Quase metade dos baianos compra mais pela internet nos últimos meses

Em Economia Comportamental por

Imagem do post: Quase metade dos baianos compra mais pela internet nos últimos meses

Quem não foi bombardeado por ofertas por todos os lados, simplesmente por acessar um perfil de rede social? É aí que mora o risco, principalmente em momentos de ansiedade, solidão e angústia. É o que reforça a especialista em Economia Comportamental e sócia da consultoria InBehavior Lab, Flávia Ávila.

“Quando vemos constantemente ofertas com os quais nos identificamos, essas informações ficam mais latentes no nosso pensamento, o que pode gerar uma falsa sensação de que necessitamos daquele produto”. 

CINCO GATILHOS QUE FAZEM GASTAR MAIS NAS COMPRAS PELA INTERNET

Viés da escassez Segundo a especialista em Economia Comportamental e sócia da consultoria InBehavior Lab.Ofertas, Flávia Ávila, apelos do tipo “temos poucas unidades” ou “somente hoje” geram nas pessoas a sensação de escassez, ou seja, que se não comprarem o produto naquele momento o produto, ou a promoção, podem acabar. “Isso faz com que a pessoa tome decisão de maneira emocional e impulsiva”, afirma. 

Aversão a perda Muitas ofertas que trazem dizeres como “Você não pode perder” ou “Não perca essa chance” podem ativar a sensação de que se a pessoa não consumir ela pode se arrepender depois por ter perdido a oportunidade. 

Viés do presente Quando a oferta fomenta que a próxima leva do produto pode demorar para chegar ou que dizem que o produto chegará na sua casa em dois dias tudo isso a preferência de poder usufruir dos benefícios de algo de forma imediata, como destaca a especialista “Assim, fazemos a compra para garantir que não teremos que esperar mais tempo”, pontua. 

Prova social Outra estratégia é fazer repost de fotos de clientes utilizando um produto da loja e divulgar comentários. “É um gatilho que faz com que a gente também queira ter acesso aos produtos e fazer parte desse grupo”, completa Flávia Ávila. 

 

Ancoragem Estas são ofertas que mostram o valor original do produto e o valor promocional, o que faz o consumidor equacionar melhor, quanto de dinheiro deixou de perder se fizer a compra naquele momento. “E mais uma vez, para não perdermos a oportunidade acabamos comprando o produto”. 

Acesse a matéria completa no link https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/quase-metade-dos-baianos-compra-mais-pela-internet-nos-ultimos-meses/

Voltar