Sala de Visitas: Flávia Ávila explica efeito manada na economia

Em Economia Comportamental por

Imagem do post: Sala de Visitas: Flávia Ávila explica efeito manada na economia

 

Jorna GGN – Nesta edição do programa “Na sala de visitas com Luis Nassif” abrimos com uma entrevista da Flávia Ávila, especialista em Economia Comportamental, fundadora do site EconomiaComportamental.org e da consultoria InBehaviorLab. O tema de interesse de Flávia é fartamente estudando nos países desenvolvidos para traçar o comportamento em grande escala dos consumidores na economia. A especialista conta que a crise de 2008 levou a um boom dessa área, tanto nos Estados Unidos quanto na Inglaterra.

“Algumas variáveis psicológicas sociais podem ser muito mais efetivas do que incentivo financeiro, do que punição”. Flávia segue explicando que o ser humano não é totalmente racional nem totalmente egoísta. “A gente se preocupa sim com o outro. Temos uma variável importante de reciprocidade”. A economista destaca também como funciona o chamado “efeito manada”.

“A pessoa faz uma coisa que ela vê todo mundo fazendo num momento de crise, ela simplesmente segue. E essa ideia de seguir os outros é tão forte e a gente não sabe muitas vezes as motivações que estão por trás daquilo, e algumas motivações que a gente geralmente observa nesses estudos é que normalmente você acaba seguindo o outro porque acha que aquela outra pessoa já calculou os custos, os benefícios e é mais fácil [portanto seguir o fluxo]”.

Em seguida Luis Nassif entrevista Fábio Kerche, pesquisador visitante no Centro de Estudos Latino-Americanos da American University, em Washington, que tem se especializado em analisar o papel do Ministério Público no Brasil. Kercher destaca como ao longo da história do país o Ministério Publico foi se consolidando como um poder sem controle de outros poderes e defende que a Constituição Federal prevê mecanismo que reduzem o poder de atuação do órgão, por isso, mecanismos como a PEC 37, que ficou famosa por ganhar o título de “PEC da impunidade”, em 2013, não são tão ruins quanto fazem a população acreditar.

Segundo o professor não há nenhum modelo de ministério público no mundo semelhante ao brasileiro que acusa, produz as provas e ainda julga.

 

Fonte: http://jornalggn.com.br/noticia/sala-de-visitas-flavia-avila-explica-efeito-manada-na-economia

Voltar